segunda-feira, 27 de maio de 2024

Mulher morre após ser torturada e queimada viva por amiga

Polícia

Uma mulher morreu depois de ser agredida, torturada e queimada viva, nessa segunda-feira (8), em Caratinga, Minas Gerais. O crime foi no bairro Vale do Sol, em um local conhecido com Morro do Lagartixa.

Jucélia César Rocha, de 20 anos, teve 70% do corpo queimado, ela foi levada para Hospital Irmã Denise, e não resistiu aos ferimentos. Segundo o boletim médico, a vítima teve queimaduras de primeiro, segundo e terceiro graus.

Jucélia foi encontrada pelos Bombeiros amarrada com os braços para trás, teve o pescoço amarrado com fios, dois cortes na cabeça que estava com sacos plásticos. A vítima foi jogada em um matagal em chamas.

Inicialmente os militares foram chamados para atender uma tentativa de suicídio, mas, ao chegar no local, constataram que se tratava de uma tentativa de homicídio.

Uma mulher, de 30 anos, suspeita de ter cometido o crime, foi presa em flagrante. Ela foi encontrada perto do local do crime.

A polícia chegou à suspeita por meio de denúncias anônimas, e pela fala da vítima que antes de morrer contou quem havia cometido o crime. A motivação do crime é desconhecida.

Veja o que disse a Polícia Civil sobre o caso

A PCMG informa que foi instaurado o inquérito policial para a apuração dos fatos, sendo que a suspeita mesmo negando a autoria dos fatos teve sua prisão ratificada por flagrante delito e direcionada ao sistema prisional. A respeito da motivação e demais detalhamentos da dinâmica dos fatos serão esclarecidas no término das investigações.G1

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.