Pastor salva mulher de ataque do ex e acaba morto; vítima estava almoçando com a esposa, a filha e a mulher recém-separada

Destaque

A Polícia Militar prendeu nesta sexta-feira (13) um homem suspeito de matar um pastor que tentou defender uma mulher dentro de um restaurante em Estreito, no Sudoeste do Maranhão. O acusado foi preso no Tocantins.

Segundo a polícia, o pastor foi identificado como Gilson Souza Morais. Ele estava almoçando em um restaurante próximo à Avenida Tancredo Neves, no Centro de Estreito, junto com a esposa, a filha, e uma mulher recém-separada do companheiro, que seguia viagem junto com a família do líder eclesiástico.

No local, um homem, que teria seguido a família do pastor e a mulher, se aproximou e teria tentado atacar a ex-companheira. Gilson tentou defendê-la e acabou morto com um golpe de faca. Câmeras de segurança flagraram o criminoso fugindo a pé. Ele foi até a cidade de Nazaré, no Tocantins, onde foi preso ainda durante a tarde e deve ser encaminhado a uma penitenciária.

 

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.