Lira ficou Espumando de raiva com ação da PF

Politica

A notícia recente envolvendo a Polícia Federal (PF) e aliados do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. Segundo Lauro Jardim, em sua coluna no jornal O Globo, um aliado de Lira teria confidenciado que o deputado passou o dia “espumando de raiva” após a operação deflagrada pela PF.

Nos bastidores, Lira teria mencionado a possibilidade de “dar o troco” usando seu poder na Câmara, afetando a tramitação de projetos do governo, exceto a reforma tributária.

A operação em questão é a Hefesto, realizada pela PF, que busca aprofundar a investigação sobre um esquema de fraudes em licitações de 43 municípios de Alagoas.

O prejuízo estimado até o momento é de R$ 8,1 milhões, mas os investigadores acreditam que o rombo nos cofres públicos pode ser ainda maior.

A PF realizou buscas em 27 endereços ligados aos investigados, incluindo locais em Maceió (AL), Brasília (DF), Gravatá (PE), São Carlos (SP) e Goiânia (GO). Além disso, duas pessoas são alvo de mandados de prisão temporária em Brasília.

As ordens judiciais foram expedidas pela 2ª Vara Federal de Alagoas. As fraudes teriam ocorrido entre os anos de 2019 e 2022.

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.