Guardas Municipais de Eunápolis passarão a ter auxílio uniforme em pecúnia

Politica
 
Por Ascom/CME – Foto: Divulgação

A Câmara Municipal de Eunápolis aprovou na sessão ordinária desta quinta-feira (26 de maio) o projeto de lei complementar n° 09/2022 que autoriza o Poder Executivo efetuar o pagamento do auxílio uniforme, em pecúnia [dinheiro], aos Guardas Civis Municipais. A quantia corresponde ao percentual mensal de sete por cento, a ser calculado do salário base da carreira inicial da categoria.

Aprovado em segunda votação com 13 votos a favor, a medida busca tornar mais rápida e menos burocrática a aquisição do fardamento, onde o próprio servidor poderá realizar a compra. Portanto, a prefeitura passa a ter apenas que regulamentar o padrão do vestuário, analisar a prestação de contas e fiscalizar o uso correto da vestimenta, sem precisar fornecer o uniforme.

A lei ainda explica que o valor recebido para comprar do fardamento não será incorporado à remuneração do servidor e nem servirá de base de cálculo para quaisquer outros benefícios. O texto ainda define que o material só pode ser comprado em empresas que tenham CNPJ e emitam Nota Fiscal.

Após a aprovação na Casa Legislativa, o projeto será encaminhado nos próximos dias para sanção do Poder Executivo.

Também tramita na Câmara um projeto semelhante para os Agentes Comunitários de Saúde e Endemias. No texto dos servidores da saúde, o auxílio corresponde ao percentual de dez por cento do salário-base de início de carreira para serem usados na compra de uniforme, protetor solar e demais itens a serem definidos por decreto do poder executivo.

A medida também foi aprovada na sessão desta quinta-feira (26), mas precisa passar pela segunda votação para depois obter a sanção da prefeita Cordélia Torres (UB).

 

 

QUER COMENTAR SOBRE ESTÁ NOTÍCIA?

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.